sábado, 18 de junho de 2011

Mini-Conto: A interiorana e o "busu"


Necludes acabara de casar, tinha 20 anos, e nunca foi à capital. Nasceu, cresceu e casou em um pacato distrito lá nas bandas de prá lá de onde Judas perdeu a bota. A lua-de-mel? A Capitar... Chegou à cidade grande deslumbrada e beijando o marido, apaixonada. Comeram poeira pra chegar na selva de pedra.
O casal entrou em um coletivo lotado, 6 da tarde, povo cansado, trabalhou o dia todo. Mas, Necludes estava entusiasmada. Foi invadindo aquela fileira de gente com a mala rasgada e com as roupas cheias de poeira. Viu a corda de “parada solicitada” e falou para o marido.
- Oiá, qui beleza! Tem até “varar” aqui... Vou tira as poeira das roupa.
E sem menor constrangimento, foi colocando as roupas emendadas e cheias de poeira no “varar” do "busu"...

Um comentário: